Mariela | Ruy Irigaray

Secretário Ruy Irigaray integra comitiva presidencial para missão na Chin

A convite do presidente Jair Bolsonaro, o secretário de desenvolvimento econômico e turismo do Rio Grande do Sul, Ruy Irigaray, fará parte da comitiva que irá para a missão internacional em Pequim, na China.

Durante dos dias 24 a 26 de outubro, o secretário Ruy irá representar o Estado, a fim de atrair novos investimentos para o Rio Grande do Sul, levando as indústrias gaúchas com o intuito de fazer negócios com empresas asiáticas. A China é o destino de 40% das exportações brasileiras.

PIB do RS cresce 4,7% no segundo trimestre de 2019

O Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul fechou o segundo trimestre de 2019 com crescimento de 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados, divulgados pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e gestão (SEPLAG), também apontaram que na comparação com janeiro a março deste ano, o avanço chegou a 1,4%. Com isso, o acumulo da economia gaúcha foi de alta, 3,8% nos primeiros seis meses de 2019, o melhor resultado do semestre nos últimos seis anos. Já o PIB nacional, no mesmo período, teve um ganho de apenas 1%.

A maior influência para a elevação expressiva do PIB gaúcho se deve ao setor agropecuário e industrial. A agropecuária teve um aumento de 9,2% em relação ao mesmo período de 2018. No Brasil, o mesmo setor atingiu o resultado de 0,4%. A produção gaúcha de milho cresceu 25,9%, a de batata-inglesa 11,3% e a de soja 5,4%, fortalecendo o alto crescimento do setor em 2019 que, no ano passado, sofreu com reflexos da estiagem.

O setor industrial também contribuiu positivamente, subindo 5,7%, enquanto nacionalmente o resultado foi 0,3%. O maior crescimento da indústria foi no segmento automotivo, que subiu 40,6%, seguido dos produtos químicos com 17,8%, produtos de metal 14,6% e máquinas e equipamentos com 8,6%. Em 2018, o setor foi prejudicado com a greve dos caminhoneiros, impactando negativamente a produção industrial.

Fonte: SEPLAG-RS/DEE. IBGE

O PIB é o indicador que soma as riquezas produzidas em determinada região, durante um determinado período.

Secretário Ruy Irigaray participa da Feira de Anuga

O secretário de turismo e desenvolvimento econômico, Ruy Irigaray, está participando da Feira de Anuga, na cidade de Colônia, na Alemanha. A maior feira do mundo do setor de alimentos e bebidas recebe 7020 expositores de 109 países diferentes. São mais de 155 mil visitantes de 194 países.

Com o presidente da Apex-Brasil, Sérgio Segovia, e a Ministra da Agricultura, Cristina Tereza.

Os segmentos que são expostos na feira são os de bebidas quentes, geladas e frias, suplementos, carnes, vinhos, doces, frutas e vegetais. O objetivo é que os empresários possam prospectar negócios e adquirir conhecimentos e novas ideias sobre os setores destacado anteriormente. Serão feitas visitas e acompanhamentos técnicos, além de circuitos guiados.

Em 2017, 91 participantes brasileiros, representantes de 44 empresas, estiveram na feira, tendo como expectativas de negócios o valor de US$ 13,55 milhões, sendo US$ 3,2 milhões para o Rio Grande do Sul. De acordo com o secretário Ruy, a feira de Anuga tem grande relevância para as empresas, por isso o governo do estado está dando todo suporte e apoio institucional para que as indústrias gaúchas se tornem mais competitivas no mercado internacional, as levando para todas as partes do mundo.

 

Jornalista: Mariela Moraes Kessler

Fruki confirma investimento de R$ 130 milhões em nova fábrica no RS

O dono da indústria de bebidas Fruki, Nelson Eggers, se reuniu nesta segunda-feira (30) com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray. No encontro, o empresário confirmou o investimento de R$ 130 milhões em uma nova fábrica no município de Paverama, no Vale do Taquari. Ainda durante a reunião, o projeto foi protocolado junto ao Fundopem para ter direito ao incentivo fiscal do Estado. Conforme o secretário Irigaray, o governo tem grande interesse em trazer novos empreendimentos ao RS e, principalmente, dar uma atenção especial à indústria local. Ele também colocou os bancos de fomento vinculados à secretaria, BADESUL e BRDE, à disposição para auxiliar no financiamento do projeto.

A nova unidade da Fruki será instalada em uma área de 87 hectares adquirida pela empresa e deve começar a operar em 2021. A expectativa é que o investimento gere um incremento de cerca de R$ 90 milhões de reais ao longo dos próximos 8 anos no ICMS recolhido pela empresa. Segundo Nelson, um dos mais importantes detalhes do projeto é que ele vai trazer para o Rio Grande do Sul parte da produção que está em outros estados, como Paraná e São Paulo. Na nova planta gaúcha serão produzidas bebidas energéticas, sucos e chás, em uma primeira fase. Já a segunda fase prevê também a fabricação de cerveja.

SEDETUR promove evento para debater os novos rumos e tendências do turismo

Nesta segunda-feira (30), o secretário de desenvolvimento econômico e turismo, Ruy Irigaray, participou da abertura do evento “O Turismo e o Futuro: novos rumos e novas megatendências do turismo”, alusivo ao Dia Mundial do Turismo, comemorado em 27 de setembro, realizado pela SEDEUTUR. A coordenadora de marketing digital da Embratur, Adriana de Lucena, também esteve presente na abertura representando o presidente Gilson Machado.

 Atualmente, o turismo é um dos setores que mais movimento a economia do mundo, por possuir grande valor cultural, político e social. O Rio Grande do Sul possui o segundo destino turístico mais procurado por turistas, a cidade de Gramado. De acordo com secretário Ruy Irigaray, o Estado é rico em pontos turísticos.  Além da serra gaúcha, a região das missões e campanha e o Vale do Taquari têm grande potencial para receber investimentos.

Ruy falou sobre a importância do trabalho de aproximação feito pela SEDEUTUR com os municípios, para entender as demandas e as necessidades de cada prefeitura, além do alinhamento do governo estadual e do governo federal para facilitar a execução dos projetos de infraestrutura, fundamentais para desenvolver o turismo local.

Mais de 200 pessoas prestigiaram o evento.

O secretário enxerga o setor como uma das principais fontes de renda para a população, o que reflete em desenvolvimento econômico e geração de empregos para os gaúchos. Por isso, o turismo é uma das prioridades da sua gestão: “Vamos continuar trabalhando para tornar o Rio Grande do Sul uma referência turística no Brasil e no mundo, investindo em infraestrutura e executando os projetos para desenvolver, ainda mais, a nossa economia”, destacou.

 

Jornalista: Mariela Moraes Kessler

Foto: Tiago Belinski

O Rio Grande do Sul comemora o incremento no Turismo

Ao festejar o dia mundial do turismo, se festeja o potencial de desenvolvimento econômico, humano e social que essa atividade nos traz. Como ferramenta de aproximação dos povos, desenvolvimento de regiões, proteção ambiental e valorização cultural, comemora-se uma data que representa a possibilidade de uma sociedade mais humana, que valoriza suas raízes, desfruta suas potencialidades e descobre novos cenários e costumes. Viajar é viver boas experiências derivadas do conhecimento de novos lugares, novas gastronomias, novos costumes e novas maneiras de viver a vida. É uma atividade que representa um potencial fator de desenvolvimento econ&oci rc;mico para municípios, regiões e países.

A gestão do turismo no Rio Grande do Sul, estado pioneiro na implantação de políticas públicas de turismo, se redescobre e se rediscute ao se associar ao desenvolvimento econômico. Desde já é importante festejar os primeiros números positivos da entrada de visitantes ao estado. E é, também importante discutir que turismo queremos? Que investimentos serão necessários? Que parcerias são possíveis? Como incrementar a atividade capaz de gerar um novo ciclo de desenvolvimento? Apoiar novas ações que sejam capazes de posicionar o estado como um dos mais importantes destinos de turismo do Brasil é sinal de que está sendo construída uma nova parceria do turismo e do desenvolvimento.

Pensar o futuro do turismo é papel do gestor público e criar condições par a que o estado incentive a transformação de seu potencial natural, social e cultural em produto turístico é uma missão que exige criatividade, inovação e, sobretudo, paixão pelo que se faz. É essa paixão que promove um novo olhar do visitante com o que temos de mais positivo, nossa natureza diversificada, sua rica biodiversidade, seus caminhos capazes de promover aventuras e o relaxamento mental diante de suas paisagens. Viva o turismo, um fenômeno mundial que nos une, nos completa, nos desenvolve e nos faz sentirmos cidadãos do mundo.

Ruy Irigaray, secretário da Sedetur

Inaugurado escritório da Apex-Brasil na região sul, com sede na FIERGS

Na tarde desta terça-feira, o secretário de desenvolvimento econômico e turismo do RS, Ruy Irigaray, participou da inauguração do escritório da Agência de Promoção de Exportações do Brasil – Apex-Brasil – na região sul, com sede na FIERGS. O presidente da Apex-Brasil, Sérgio Ricardo Segovia, o presidente da FIERGS, Gilberto Petry, e o vice-presidente, Cezar Müller, também estavam presentes no ato.

Secretário Ruy Iragaray, presidente da Apex-Brasil, Sérgio Ricardo Segovia, presidente da FIERGS, Gilberto Petry, e o vice-presidente, Cezar Müller.

Além da inauguração do escritório, foi assinado um protocolo de intenções entre a SEDETUR e a Apex-Brasil, visando a elaboração de um plano de trabalho a ser desenvolvido em conjunto.

A importante ação realizada pela SEDETUR, em parceria com a FIERGS e a Apex- Brasil, tem como objetivo apoiar a internacionalização das empresas, desenvolver ações de investimentos e promover as exportações das indústrias gaúchas.

“Estabelecendo essa parceria com Apex, grande responsável pela por promoção internacional das empresas brasileiras, temos a possibilidade de levar a nossa indústria para mais de 150 postos diplomáticos pelo mundo e também para grandes feiras internacionais”, afirmou o secretário Ruy Irigaray.

O escritório da região sul atenderá as demandas das empresas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná que já exportam e, também, aquelas que desejam se preparar para ações de comércio exterior.

O secretário destacou a relevância da agência no Estado: “A presença da Apex- Brasil na região é de extrema importância para o desenvolvimento econômico do nosso Estado e, esta ação, certamente, entrará na história do Rio Grande”.

 

Jornalista: Mariela Moraes Kessler

Foto: Tiago Belinski

desenvolvimento econômico e tursimo são pauta da viagem do secretário ao Vale do Taquari

O secretário de desenvolvimento econômico e turismo, Ruy Irigaray, esteve, juntamente com representantes das vinculadas a SEDETUR – Badesul, BRDE e Junta Comercial –  em municípios do Vale do Taquari participando de encontros com prefeitos, lideranças políticas, empresários e empreenderes do turismo da região.

Encontro com prefeitos e empresários do Vale do Taquari

As reuniões tiveram como objetivo destacar o trabalho que vem sendo feita pela SEDETUR e as vinculadas, atendendo as demandas dos municípios e oferecendo linhas de crédito para atender as necessidades dos prefeitos e empresários para que possam fazer investimentos em setores como o turismo. O Vale do Taquari tem grande potencial turístico, por isso é preciso investir em infraestrutura para atrair mais turistas e fomentar ainda mais a economia da região.

Durante a viagem, o secretário também esteve em diversas empresa e industrias de destaque do Estado: Fruki, Girando Sol, Gota de Brilho, Languiru, Divine Chocolates.

 

Jornalista: Mariela Moraes Kessler

Fotógrafo: Tiago Belinski

Assinada a intenção de investimentos ao novo polo químico do Estado

Nesta manhã (09), aconteceu a da assinatura do manifesto de interesse de investimentos ao Polo Integrado de Química de Montenegro e Triunfo. O secretário de desenvolvimento e turismo, Ruy Irigaray, o presidente do Sindiquim-RS, Newton Battastini, juntamente com mais sete empresas que desejam ingressar no complexo: Crivela, Tecpon, Quimicamar, Tintas Kresil, Memphis, Rochadel e a Botanik, consolidaram a intenção de investimentos ao polo químico.

A área disponível para o complexo possui cerca de 700 hectares, e faz parte do Distrito Industrial de Montenegro. O projeto é de extrema importância para o desenvolvimento do Estado, pois, atualmente, a indústria química representa 12% do PIB do Rio Grande do Sul.

“Nosso Estado é forte e as parcerias com outras entidades são fundamentais para o crescimento e desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul”, destacou o secretário Ruy Iirgaray.

 

 

 

 

Jornalista: Mariela Moraes Kessler

Foto: Tiago Belinski

Aumenta número de empresas abertas no RS

O secretário de desenvolvimento econômico e tursimo do Estado, Ruy Irigaray apresentou os resultados da Junta Comercial, Industrial e Serviços – RS equivalentes ao primeiro semestre de 2019

O número de empresas abertas no primeiro semestre deste ano aumentou em 14,27%, em relação ao mesmo período no ano passado. Já o número de empresas extintas, caiu em 2,14%, sendo 816 empresas a menos que em 2018.

Em números absolutos, foram constituídas no Estado 92.747 empresas entre janeiro e junho, contra 37.162 extinções.

MINHAS PÁGINAS

Acompanhe as minhas páginas no Facebook e faça parte deste time, de Jair Bolsonaro!